Tecnologia

6 fatos que vão te convencer a investir em Data Science em 2020

18 de Outubro de 2019

por Supero

Tempo de leitura: 9 min

Voltar

O ano está quase no fim e é hora de começar a pensar nos próximos passos do seu negócio. Se você deseja fazê-lo crescer ainda mais, incorporar o Data Science pode ser uma ótima saída

Para ter sucesso em um mercado cada vez mais competitivo, os executivos de hoje precisam ter um alto grau de conhecimento da sua organização e das constantes demandas sujeitas às mudanças dos clientes. Além disso, também é fundamental estar atento às disrupções e tendências de mercado.

É para ajudar as empresas a conquistar toda essa consciência acerca do seu negócio e tomar decisões mais assertivas que surge o Data Science(Ciência de Dados), hoje considerado um dos pilares imprescindíveis da transformação digital. 

Sendo a intersecção entre diversas áreas do conhecimento, como engenharia, computação, matemática e estatística, a ciência de dados vem remodelando o mercado de trabalho e a dinâmica empresarial. Se você deseja fazer o seu negócio crescer, não tem como escapar dessa tendência.

Por que investir em Data Science é uma boa opção para 2020?

A revolução de dados já está em curso há algum tempo. Se o seu negócio ainda não acompanha esta tendência, aqui vão 6 razões para você parar de postergar e investir em Data Science a partir do próximo ano:

#1: Ter maturidade de dados coloca a empresa em uma posição competitiva

Antigamente, a grande quantidade de dados coletada era apenas armazenada e não se extraia todo o seu potencial. Hoje, a situação mudou. As empresas perceberam que tratar e combinar dados é uma fórmula quase mágica para gerar informações valiosas e fundamentais para o negócio. Por essa razão, os dados vêm sendo usados como ativos estratégicos.

Em um cenário onde a disrupção impacta quase todas as indústrias, a combinação de dados históricos com dados em tempo real, associada a capacidade de fundir e analisar essas informações fornece à empresa uma vantagem competitiva diante do mercado. 

Por exemplo, uma empresa que trabalha com licenciamento de software pode usar o Data Science para identificar sinais precoces de churn e trabalhar em cima de ações de retenção para evitar a perda de clientes importantes. 

#2: Data Science é a chave para identificar novas oportunidades de negócio e tendências de mercado

A ciência de dados envolve ferramentas sofisticadas que vão além da análise comum de informações. Tais ferramentas mesclam dados antigos com dados em real-time, oferecendo aos executivos a capacidade de compreender o funcionamento do mercado e as novas demandas que estão surgindo.

Com isso, fica mais fácil entender e prever o direcionamento da concorrência, criando-se a possibilidade de desenhar ações para se destacar. Se você deseja estar sempre um passo à frente, contar com uma solução de análise de dados potente é fundamental.

#3: Advanced Analytics faz a empresa entender melhor o comportamento da sua carteira de clientes

No passado, as organizações costumavam classificar seus clientes de acordo com características genéricas, como gênero, idade e localização. Atualmente, se quiser entender realmente o comportamento do seu cliente, você precisa de ferramentas analíticas avançadas.

As soluções de Data Science incluem mecanismos como Inteligência Artificial (IA), Machine Learning e Big Data, ferramentas que quando usadas em conjunto conseguem “decodificar o DNA do consumidor”. É possível identificar a sensibilidade do cliente em relação a preços, seus hábitos de consumo, sua preferência por marcas, designs e produtos, entre vários outros fatores de comportamento chave. 

A ciência de dados consegue também personalizar as ofertas da empresa de acordo com cada cliente, criando ações mais assertivas e aumentando a chance de retenção.

#4: Usar plataformas de Data Science pode otimizar as ações de Marketing e alinhá-las melhor com a área comercial, gerando mais resultados

Tradicionalmente, os profissionais de marketing costumavam trabalhar com base em um público-alvo e de acordo com sua “intuição”. Todo esse trabalho demanda uma alta quantidade de profissionais e de tempo para entregar campanhas nem sempre assertivas.

Ao investir em Data Science, você consegue segmentar melhor as personas, entender seu comportamento, e criar ofertas relevantes. As soluções oferecem dados em tempo real, otimizando o trabalho da equipe e fornecendo insights confiáveis para usar como base.

Ao melhorar o funcionamento e a efetividade das campanhas de marketing, é possível enviar oportunidades mais qualificadas para o time comercial, aumentando por consequência o número de vendas. Ter um bom alinhamento entre essas duas áreas e fazer da empresa uma organização data-driven é uma combinação certeira para gerar crescimento ao negócio.

#5: Estabelecer uma estratégia de análise de dados avançada aumenta a receita da empresa

Um estudo realizado pela Forrester Research mostrou que 80% das empresas respondentes que já incorporaram o Data Science ao negócio observaram um crescimento de receita superior a 5%.   

Ferramentas de Data Science possuem ROI comprovado, não é à toa. Essas soluções dão ao empresário a visão holística e aprofundada de todas as vertentes do negócio, o que torna possível a identificação de recursos a serem otimizados, sejam eles capital, força de trabalho, matéria-prima etc. 

Além disso, os insights também podem ser usados para criar estratégias mais assertivas de vendas, fato que impacta diretamente no aumento de lucratividade. Esse é o caso do McDonalds, por exemplo, que investe em Big Data para descobrir o lanche preferido dos seus clientes. No Canadá, a rede de fast-food implementou menus digitais que mudam de acordo com o clima, destacando lanches mais adequados aos dias frios, por exemplo. Essa medida aumentou as vendas da empresa em 3,5%.

#6: Soluções de análise de dados aumentam a produtividade da equipe e potencializam as entregas

Você já ouviu falar do princípio 80/20? De acordo com essa lei, apenas 20% dos esforços de uma organização são responsáveis por 80% dos resultados. Ou seja, quantidade não é sinônimo de qualidade. É preciso encontrar formas inteligentes de trabalhar.

A ciência de dados definitivamente entra no grupo dos 20% que geram a maioria das entregas positivas. Com ela, os profissionais deixam de despender tempo com processos manuais e exaustivos de coleta de dados e passam a atuar de maneira mais estratégica, focando nos insights gerados pelas ferramentas.

Nessa dinâmica, todos saem ganhando: o funcionário torna-se um aliado indispensável e mais reconhecido, os resultados trazem benefícios maiores à organização, e a empresa não precisa contratar uma equipe muito grande.

Faça sua empresa ser parte do futuro!

Convenceu-se de que o Data Science é uma boa ideia, mas não sabe por onde começar? Fale com a gente. A Supero pode ajudar a sua empresa a construir uma solução de ciência de dados personalizada, que atenda todas as suas demandas por meio de ferramentas modernas como Machine Learning, Big Data, IA, entre outros. 

Dê o próximo passo e comece hoje mesmo a planejar a sua transição para a cultura inteligente de dados!


Escrito por Supero Editor dos conteúdos do blog da Supero.

Outras Postagens

Crie soluções personalizadas e integradaspara todas as áreas da sua empresa

Quero Saber mais

Fique Atualizado Assine nossa Newsletter

Trabalhe Conosco Junte-se ao melhor Time!

Se você está em busca de um ambiente descontraído, cheio de oportunidades de crescimento e em constante evolução, venha para o Time Supero!

Saiba Mais

Cadastro por interesse

Nosso time está pronto para entender o seu negócio e auxiliá-lo a encontrar a melhor solução.

Deixe seu melhor e-mail abaixo que entraremos em contato.

Indique este post para alguém...