Inovação

Logística Inteligente: por que usar big data, IA e IoT para se diferenciar

10 de Junho de 2021

por Gabriela

Tempo de leitura: 6 min.

Voltar

Entenda como essas tecnologias promovem análise de dados eficiente e tomadas de decisão automatizadas para uma logística inteligente

A competitividade força as empresas a buscarem alternativas inovadoras para se diferenciarem. No setor logístico, particularmente, ela tem levado a busca de uma logística inteligente, turbinada com tecnologias como IoT, big data e IA

Aliás, só assim para atender os desafios do segmento, que de acordo com o estudo Next-Generation Wireless in Logistics, da DHL, são:

  • Alcançar uma verdadeira visibilidade de ponta a ponta; 
  • A falta de uma única plataforma centralizada para impulsionar as iniciativas de IoT; 
  • Coleta fragmentada de dados de cadeias de suprimentos inerentemente heterogêneas.

Frente a esses obstáculos, o uso de Big data, Inteligência Artificial (IA) e Internet of Things (IoT) tem levado ao setor logístico mais agilidade, rastreabilidade, visão ampla dos processos, flexibilidade e redução de custos nas cadeias de suprimentos. 

Suas aplicações permitem obter dados de qualidade para tomadas de decisão assertivas, visão computacional, acompanhar a produtividade de máquinas, receber análises preditivas internas e externas, rastrear veículos de entrega, entre outros - integrando parceiros, fornecedores e clientes.

Neste artigo, vamos explorar como o setor logístico poderá automatizar seus processos recorrendo às tecnologias da hiperconectividade, entender os principais gargalos e possíveis soluções por meio da tecnologia, e finalmente, como é possível reduzir custos com seus usos.

webinar logística pós pandemia

Integração na Logística Inteligente com hiperconectividade 

A IoT, o big data e a IA formam um combo de tecnologias que permite a integração da captação de dados, análise e tomada de decisão em tempo real.

Assim, os gestores de supply chain poderão acompanhar instantaneamente as transações e operações recorrentes das tomadas de decisões da IA, que são baseadas em dados integrados com todo o ecossistema criado pelas tecnologias - sistema interno, clientes e fornecedores.

Por meio de dispositivos, dados e sensores inteligentes, o sistema saberá calcular a quantidade exata de produtos necessários para cada cliente, por exemplo, uma vez que os sistemas de fornecimento e estoque estarão conectados e alinhados com o nível de estoque interno e externo. Isso eliminará a necessidade de manter estoques de segurança e os temidos chicotes de demanda.

Sabemos que existem outras situações que acarretam imprevistos e obstáculos no setor logístico, como o transporte de cargas, bem como a estruturação da troca de informações entre departamentos. A seguir, entenda como o combo tecnológico pode amenizar alguns inconvenientes comuns e oferecer melhor visibilidade de negócio.

Gargalos e visibilidade de ponta a ponta

O gerenciamento da cadeia de suprimentos é complexo porque envolve muitas relações:  desde o monitoramento do fluxo de  aquisição de matérias-primas até a distribuição do produto final aos clientes.

Logo, tem  potencial elevado de apresentar gargalos. Mapear e identificar esses gargalos pode ser muito difícil por meio de telefonemas e e-mails, e requer monitoramento de ponta a ponta para solucioná-los.

Transporte de cargas: trânsito, baixa infraestrutura das rodovias, fiscalização, condições climáticas e acidentes são problemas comuns em transporte. A aplicação de IA, IoT e Big Data otimizam essa etapa por meio de soluções como captação de informações em tempo real sobre as condições das estradas e o clima, bem como o cálculo da  melhor rota. Além disso, ajudam a manter documentação atualizada e digital para agilizar o processo de fiscalização.

Controle de estoque: chicotes de demanda, estoque de segurança, falha de comunicação entre os departamentos envolvidos e perda de mercadoria podem ser minimizados por meio de análises preditivas e até mesmo de soluções como o acionamento automático de  pedidos recorrentes de  clientes. 

Visibilidade ampla do negócio: existência de silos entre pessoas, tecnologias e processos causam uma visão deturpada das necessidades de demandas e prejudicam a resposta rápida a riscos. Com  big data e IoT, informações são captadas e analisadas em  tempo real, oferecendo um diagnóstico dos processos integrados aos outros setores envolvidos nas operações.

Menos falhas humanas e mais produtividade

A IA vem para diminuir falhas humanas em operações repetitivas e rotineiras.  Com isso, os gerentes poderão focar suas especialidades nas atividades estratégicas e não na remediação de falhas e retrabalhos, otimizando tempo e ganhando mais eficiência.

Ou seja, a IA oferece uma produção e operação escalável e padronizada. De acordo com os objetivos e metas definidos pelo gestor, ela interpretará dados e conseguirá encontrar autonomamente quais são os processos mais adequados para alcançar esses objetivos.

Além de funcionarem 24X7, as análises podem ser acompanhadas remotamente.

Com o gestor focado nas estratégias mercadológicas e tendo ampla visibilidade do fluxo, ele pode tornar sua operação mais data-driven. 

Por exemplo, no processo de decisão de qual veículo e motorista atenderá uma demanda, é necessário pensar em pontos importantes: quais veículos possuem capacidade de peso e volume adequados, qual está mais próximo ao local de coleta, quais motoristas possuem os requisitos necessários e disponibilidade, entre outros.

Com IA, essa tomada de decisão pode ser realizada mais rapidamente baseada nas informações disponíveis no sistema comparada à maneira tradicional.

A máquina não cansa e pode trabalhar em dados ininterruptamente, sem sofrer desgaste. Assim, menos falhas ocorrem nos processos rotineiros e repetitivos.

Isso mostra o lado dos ganhos financeiros que a tecnologia pode proporcionar ao setor logístico, já que retrabalhos e ações reparativas geram mais custos.

Redução de custos por meio da IoT, big data e IA

Indo direto ao ponto, a IA minimiza custos operacionais ao passo que trabalha no centro das decisões do setor logístico. No processo do transporte pode-se traçar rapidamente as melhores rotas para os veículos, diminuindo o consumo de combustível. Atividades internas repetitivas são automatizadas, diminuindo retrabalhos e otimizando o tempo da equipe.

Sensores instalados em maquinários e equipamentos promovem análises preditivas, reduzindo custos dos processos de reparação.

O setor de estocagem pode ser monitorado e controlado de acordo com as quantidades exatas demandadas pelos clientes, evitando desperdícios e tornando a cadeia produtiva mais enxuta.

Logicamente, a implantação das tecnologias na logística industrial enfrenta alguns desafios para tornar-se parte natural das empresas.

Gerentes e CIOs necessitam olhar para suas necessidades e encontrar as melhores práticas para começarem a inserir tecnologias disruptivas em suas equipes. É preciso planejamento, equipe de suporte especializada e tempo de adaptação. 

Desafios para implementação de IA, big data e IoT na Indústria

Grande parte das empresas encontram dificuldades para implementar novas tecnologias. E os principais desafios levantados são:

1. Falta de conhecimento: As indústrias brasileiras ainda esbarram na falta de familiaridade com as inovações tecnológicas da Indústria 4.0. A falta de cultura digital e incentivo à modernização por parte das empresas atrasam seus avanços e perdem competitividade.

2. Alto custo de implementação: uma das principais queixas da indústria é a falta de disponibilidade de linhas de investimento específicas para implementação tecnológica por parte das instituições financeiras e órgãos públicos.

3. Profissionais qualificados: o aumento de dados e conectividade trazidos pela IoT, big data e IA exigem conhecimento aprofundado em data science, para levar a novas  aplicações. A cultura digital ainda não atingiu elevados níveis dentro das organizações, demandando ações para captar profissionais.

Uma das soluções para enfrentar estes desafios é encontrar empresas especializadas para auxiliarem os gerentes e CIOs a disseminarem o conhecimento tecnológico dentro dos seus times. Saiba como a Supero faz esse trabalho.

Conte com a Supero para transpor os desafios da indústria 

A transformação digital na logística está levando o segmento a  processos mais ágeis e eficientes. Logo, o cenário próximo é de elevada competitividade - o que torna a aplicação de tecnologias uma necessidade de sobrevivência, e não mais uma opção.

Os gestores e líderes que acompanharem os desdobramentos digitais e começarem o quanto antes a incorporar essas tecnologias e conceitos do setor de logística inteligente, com certeza, ganharão mais valor.

A Supero é especialista em soluções de TI e conta com serviços  personalizados para a sua empresa, como a implantação de soluções em infraestrutura e engenharia de dados, que podem auxiliar o setor de logística em uma jornada junto à tecnologia. Veja como podemos ajudar você.

data science do zero - supertalks Supero






Escrito por Gabriela

Outras Postagens

Crie soluções personalizadas e integradaspara todas as áreas da sua empresa

Quero Saber mais

Fique Atualizado Assine nossa Newsletter

Oportunidades Participe dos melhores projetos!

Se você está em busca de um ambiente descontraído, cheio de oportunidades de crescimento e em constante evolução, confira as oportunidades!

Saiba Mais

Cadastro por interesse

Nosso time está pronto para entender o seu negócio e auxiliá-lo a encontrar a melhor solução.

Deixe seu melhor e-mail abaixo que entraremos em contato.

Indique este post para alguém...

Inscreva-se em nossa newsletter.