Varejo

10 tendências + 10 ideias de novas tecnologias para o varejo

4 de Setembro de 2019

por Supero

Tempo de leitura: 6 minutos

Voltar

Conheça as principais tendências mundiais para o setor de varejo que estão revolucionando o mercado por potencializarem as vendas e garantirem melhores resultados utilizando as novas tecnologias para interagir com o consumidor.

De acordo com os apontamentos do Worldwide Retail 2018 Predictions, feitos pela IDC (Internacional Data Corporation), experiências integradas habilitadas por Inteligência Artificial, Conectividade e Aplicativos baseados em microsserviços são algumas das novas tecnologias que estão transformando o varejo mundial.

O estudo levanta 10 tendências, que segundo a previsão, devem ser adotadas até 2021 pelo comércio e serviços de varejo. Estão entre elas:

1. Omnichannel - A plataforma que melhora a experiência do usuário com os canais de comunicação será usada por 50% dos varejistas até o final deste ano, o que permitirá, segundo as análises, um aumento de até 30% na rentabilidade do omnicanal.

2. Cloud, IA e Composable - 30% dos varejistas já estão ativamente envolvidos na transformação digital. Segundo a pesquisa, as principais mudanças acontecem com o investimento em tecnologias de plataformas fundamentais baseadas em nuvem, habilitadas para Inteligência Artificial(IA) e composable.

3. Arquitetura CX - A previsão é que 40% dos varejistas irão desenvolver ainda este ano uma arquitetura CX suportada por uma camada IA. Essa plataforma permitirá a personalização CX hiper-micro, proporcionando um aumento de conversão de até 30% e, com isso, uma receita até 25% maior.

4. Dados geoespaciais - Até 2021, de acordo com os estudos, os varejistas terão adotado dados geoespaciais para gerar maior eficiência na orquestração omnichannel, reduzindo os custos de estoque em até 25% em centros de distribuição e lojas.

5. Fulfillment - Segundo os dados da pesquisa, em 2020, mais de metade dos consumidores terão no Fulfillment o cumprimento perfeito do serviço, como principal motivo de lealdade para os varejistas. Como resultado, as empresas do setor de varejo aumentarão seus orçamentos para essas tecnologias em até 20% para criar uma experiência de realização totalmente transparente e amigável.

6. Assistentes digitais - Em 2021, 10% das vendas de varejo em cadeia serão criadas e gerenciadas por meio de assistentes digitais habilitados para voz, o que deve acelerar a predominância de mercados para a compra de produtos diários.

7. Defesa cibernética - No meio de ameaças cibernéticas em rápida evolução e atores ameaçadores de crescente sofisticação, 75% dos varejistas até o ano que vem devem adotar tecnologias de defesa cibernética baseada em Inteligência Artificial.

8. Força de trabalho digital - Até o fim deste ano, a previsão é que 40% dos varejistas terão iniciado uma transformação significativa da força de trabalho para oferecer ao cliente uma experiência virtual que rompe cada vez mais as barreiras do digital-físico, diminuindo a distinção entre eles.

9. Redes PIM/MDM - Em 2020, 20% dos varejistas terão redesenhado suas redes de Inteligência Artificial para PIM/MDM. Essas redes conectam os atributos do produto através da análise social e do comportamento de clientes, criando insights competitivos ​​para unificar merchandising e marketing.

10.  IA, AR e IoT - Até 2021, respondendo às expectativas de experiência das partes interessadas, os varejistas que usarem a Inteligência Artificial, Realidade Aumentada (AR) e IoT (Internet das Coisas) para o envolvimento dos funcionários e clientes verão os níveis de satisfação do cliente aumentarem em até 20%, o aumento da produtividade dos funcionários cresce em até 15% e o estoque sobe em até 25%

E, para deixar você ainda mais inteirado das inovações desse setor, separamos 10 ideias de novas tecnologias que aumentam a capacidade das lojas (tanto físicas quanto virtuais) de fazerem negócios e ampliarem os lucros.

1- Realidade Aumentada (AR)  - Por meio de um espelho interativo, o cliente pode “provar” roupas e acessórios sem precisar trocar de vestimenta. O equipamento é composto por um hardware específico que conta com uma tela e uma câmera que captura a imagem da pessoa e sobrepõe as peças, demonstrando como as roupas e os acessórios ficariam no corpo.

2 - Vitrine virtual - Utilizando telas especiais é possível criar uma vitrine com efeitos que capturam a atenção dos clientes através de animações e imagens interessantes.

3 - Totem digital - Por meio de máquinas é permitido ao cliente o acesso a diversos conteúdos de seu interesse dentro de uma loja ou um espaço. Informações, por exemplo, sobre o produtos e dados da marca.

4 - Robôs em estoque - Com a evolução da tecnologia surgiram os robôs inteligentes que atuam no estoque do setor de varejo. A automatização de armazéns, por exemplo, melhora a eficiência da cadeia logística, garantindo melhores resultados e diminuição de erros.

5 - Chatbots - No varejo online, um dos principais problemas de lojas virtuais é manter a qualidade no atendimento ao cliente. Com o auxílio das tecnologias de Inteligência Artificial, Machine Learning e Big Data, os sistemas inteligentes entendem a linguagem do cliente e conseguem fazer o atendimento inicial como se fossem humanos.

6 - Aplicativos de vendas - Ter um app da loja disponível para o cliente acessar é muito mais simples e prático do que o cliente ter que entrar no site da empresa. Além disso, o aplicativo permite o uso de recursos do Smartphone como notificações, GPS e outras funcionalidades.

7 - Personalização do site - Com uma coleta de dados eficaz, as empresas varejistas podem personalizar suas páginas do site de acordo com as preferências do usuário. Isso permite que a marca se mostre de uma maneira mais interessante ao consumidor e maximiza os resultados, evitando que ele perca tempo com aquilo que não interessa.

8 - Sistemas de gestão online - Os sistemas de gestão são fundamentais para realizar todo controle logístico entre as lojas físicas e virtuais, além de administrar a questão financeira dos dois canais.

9 - Análise de dados inteligente - Soluções de Big Data ajudam a coletar dados, processá-los e analisá-los com o objetivo de auxiliar no crescimento do negócio. Os dados coletados nas lojas virtuais ainda podem auxiliar a empresa a entender características do cliente que podem ser úteis também para a loja física.

10 - Aplicações Blockchain - Tanto o varejo físico quanto o online sofrem com as tentativas de fraude e todos os anos amargam milhões de reais em prejuízo por conta disso. A tecnologia Blockchain pode ser uma saída para a segurança das transações financeiras.

Gostou de ficar por dentro das novidades do setor de varejo? Então continue acompanhando nosso conteúdo e deixe seu comentário, abaixo. Interaja conosco também pelo Facebook e LinkedIn.


Escrito por Supero Editor dos conteúdos do blog da Supero.

Outras Postagens

Crie soluções personalizadas e integradaspara todas as áreas da sua empresa

Quero Saber mais

Fique Atualizado Assine nossa Newsletter

Trabalhe Conosco Junte-se ao melhor Time!

Se você está em busca de um ambiente descontraído, cheio de oportunidades de crescimento e em constante evolução, venha para o Time Supero!

Saiba Mais

Cadastro por interesse

Nosso time está pronto para entender o seu negócio e auxiliá-lo a encontrar a melhor solução.

Deixe seu melhor e-mail abaixo que entraremos em contato.

Indique este post para alguém...