Varejo

Business Intelligence e Analytics para o sucesso no varejo

11 de Setembro de 2019

por Marketing

Tempo de leitura: 9 minutos

Voltar

Saiba como tornar seu negócio mais eficiente e bem sucedido usando softwares de Business Intelligence e Analytics no varejo

Competição digital e consumidores mais informados do que nunca são só alguns dos fatores que tornam cada vez mais difícil obter respostas assertivas sobre o futuro do varejo. É necessário informação. E para isso, o business intelligence e analytics poderão proporcionar insights.

Isso não é novidade. Usar informações do próprio negócio para melhorar o seu desempenho tem sido uma necessidade visualizada por muitos gestores no setor de varejo e fora dele.

Mas o que significam e qual a diferença entre essas duas tecnologias e por qual optar em cada situação? Que respostas o business intelligence e o analytics proporcionam no varejo? Por que investir nessas tecnologias? É o que veremos neste post.

Conceito de Business Intelligence e de Business Analytics

O Business Intelligence e o Business Analytics têm a mesma função de basear a tomada de decisão em dados mensuráveis, porém usam métodos diferentes. Por isso, eles são complementares, na maioria das vezes.

webinar data science do zero

Através do BI é possível coletar dados e criar processos analíticos com um amplo conjunto de informações. Porém, na maioria das empresas, a quantidade de dados é tão grande que pode ser difícil para o gestor fazer uma análise ágil de forma assertiva. E é aí que entra o Analytics, para simplificar e otimizar a operação.

O BA tem o papel de acelerar o trabalho ao apresentar relatórios mais simples e eficazes, resultado da utilização de recursos da análise preditiva. Ou seja, o Analytics ajuda os gestores a entenderem, por meio de dados estatísticos e quantitativos não só o que e quando aconteceu, mas também como chegou-se a tal situação. Esta é considerada uma nova abordagem de dados para informações complexas.

O BA tem o papel de acelerar o trabalho ao apresentar relatórios mais simples e eficazes, resultado da utilização de recursos da análise preditiva. Ou seja, o Analytics ajuda os gestores a entenderem, por meio de dados estatísticos e quantitativos não só o que e quando aconteceu, mas também como chegou-se a tal situação. Esta é considerada uma nova abordagem de dados para informações complexas.

business agility webinar

Business Intelligence para a gestão do negócio

Utilizar as ferramentas do BI a favor do crescimento do seu negócio de varejo pode ser um ótimo caminho para otimizar os processos e a tomada de decisão. Aproveitar todas as possibilidades que essas informações oferecem de forma ágil e com segurança pode auxiliá-lo a alcançar o sucesso

Por isso, para ajudar você a entender melhor como os avanços tecnológicos e as tendências do mercado de varejo irão tornar seus resultados cada vez mais satisfatórios e rentáveis, relacionamos abaixo 6 vantagens dessa ferramenta para a área de gestão. 

1. Melhora a gestão de estoque

Monitorar a mercadoria em estoque é um dos pontos sensíveis para quem atua no varejo, pois é importante que o produto esteja sempre disponível para o cliente, mas sem excessos, para não deixar o dinheiro parado.

Com o Business Intelligence, o gestor conhece melhor os processos da operação e com isso pode descobrir a quantidade certa de material para cada loja, analisar a frequência de compra e organizar o remanejo de mercadorias, se for o caso.

2. Análise precisa de fornecedores

Os dados fornecidos pelo BI também podem auxiliar no relacionamento com os fornecedores, uma vez que possibilitam a mensuração da qualidade e do volume de compras com cada fornecedor, permitindo ao gestor conhecer com mais precisão aqueles que oferecem melhor prazo, valores mais baixos e quais não têm problemas com entrega de mercadoria.

Trabalhar com fornecedores de confiança e que atendem as necessidades da sua empresa pode ser um fator determinante para o sucesso dos negócios. Avaliar as características de quem presta serviço para você com base em dados faz com que suas ações sejam muito mais assertivas.

Leia mais: Transformação digital em vendas B2B: tendências pós-pandemia

3. Planejamentos mais estratégicos

A partir da utilização de ferramentas de BI é possível fundamentar melhor a tomada de decisão dentro de uma empresa. Isso porque uma série de dados, métricas e análises precisas são usadas para que o planejamento estratégico aconteça de forma mais organizada.

Com o Business Intelligence é possível compreender o cenário de forma sistêmica, entendendo os níveis de inadimplência, o funcionamento do fluxo de caixa e a necessidade de mudanças, caso algo esteja fora do planejado.

4. Avaliação inteligente da rentabilidade de lojas

No mercado de varejo é natural que nem todas as lojas tenham o mesmo rendimento e a mesma rentabilidade, nesse caso o Business Intelligence pode ser muito útil para entender os motivos pelos quais uma unidade é mais lucrativa do que outra. 

Com os dados obtidos em mãos, o gestor é capaz de desenhar estratégias e tomar decisões importantes para o negócio, como fechar uma loja, por exemplo.

5. Acompanhamento assertivo de metas 

Para o acompanhamento e conquistas de metas, o BI pode ser um ótimo aliado, pois, a ferramenta consegue mostrar e comparar dados do passado e do presente e até mesmo fazer uma estimativa para o futuro, com base nas informações anteriores.

A ferramenta também auxilia a alcançar novas metas, já que para isso é preciso que o gestor entenda como está o desempenho da equipe, quanto falta ser vendido para alcançar os resultados pré-definidos e se as vendas estão evoluindo a cada mês ou não. 

6. Melhor performance do Marketing

Os dados do BI também podem ser úteis para traçar o perfil dos clientes da rede varejista e, assim, fornecer ao departamento de marketing informações que podem servir para criação de campanhas de comunicação, eventos promocionais e até na criação de novos produtos ou serviços, de acordo com a necessidade do consumidor final. 

Fazer uma análise das informações obtidas através de dados dos clientes é fundamental para conhecer quem está consumindo seu produto/serviço, conseguindo fazer uma abordagem mais direcionada e certeira para esse público.

7. Identificar skills necessárias para vendedores

Com analytics, os varejistas podem subsidiar uma estratégia de desenvolvimento de skills, compreendendo o que é necessário para suas atividades essenciais para o crescimento, entendendo o que já tem em casa e o que ainda precisará desenvolver em seus colaboradores.

A evolução do varejo com o Business Analytics

Um estudo da Snowflake Computing com a Harvard Business Review revela que empresas que utilizam dados para tomar decisões têm mais chances de alcançar a longevidade

Leia mais: Coleta de dados do consumidor em tempos de LGPD: qual o impacto?

O curioso da pesquisa é que, embora 89% dos varejistas do mundo digam que ter acesso a informações mais qualificadas ajuda a entender melhor as necessidades dos clientes e 79% acreditem que os dados auxiliam na tomada de decisões com agilidade, apenas 5% orientam-se por esses dados.

Diante disso, você deve estar se perguntando: por que, mesmo sabendo da importância das informações fornecidas pela análise de dados, os gestores as ignoram?

A resposta é simples e está revelada na mesma pesquisa: 44% dos varejistas não se sentem preparados para interpretar e analisar esses dados, ou seja, mais de um terço tem resistência por parte da equipe interna e 29% dos participantes dizem que a culpa está nos processos.

No entanto, a tendência é que os varejistas adaptem-se a essa evolução, pois, aquele modelo antigo de varejo que está preocupado apenas em ter uma vitrine atrativa, prateleiras repletas de produtos e ambiente organizado, além de um vendedor sempre pronto para ajudar o cliente, está ultrapassado.

Hoje, as empresas precisam investir em soluções inteligentes como o Business Analytics que são capazes de reunir e organizar os dados necessários para planejar estratégias com base na quantidade e qualidade das informações.

Por que investir em Analytics no varejo?

Para você entender melhor por que investir em Analytics para o seu negócio, listamos a seguir 4 motivos para aplicar essa tecnologia no seu negócio.

1. Motivação das pessoas

Muitas vezes, o que falta para aumentar as vendas no varejo está na motivação dos colaboradores. Com o uso do Analytics, pode-se analisar o comportamento do consumidor, conhecer melhor seus hábitos e, assim, informar os vendedores, possibilitando que eles melhorem os processos de venda. 

2. Visão geral das lojas

A supervisão de lojas realizada pelo Analytics permite a criação de uma visão geral das praças, que facilita a tomada de decisões e segmentações de mercado. Relatórios podem ser emitidos e utilizados para intercâmbio de informações e ações.

3. Mapeamento do estabelecimento

Algumas ferramentas analíticas permitem mensurar o que chama atenção do público, o que preferem comprar e o que não sai da prateleira. Isso faz com que o gestor saiba exatamente o que deixar diante dos olhos dos clientes e o que pode ficar mais no fundo da loja.

4. Campanhas de Marketing

Independente de ser loja física ou e-commerce, algumas campanhas costumam atrair mais o público justamente por atingir o canal certo de comunicação. Com o Analytics é possível saber qual canal seu público alvo deseja receber informações e acertar na hora de informar sobre seus principais produtos e serviços.

Leia mais: Como usar IA no relacionamento com clientes?

Inteligência de dados no e-commerce

De acordo com um relatório produzido pelo Instituto de Pesquisa Forrester, em levantamento solicitado pelo Google, até 2021, o e-commerce deve dobrar a sua presença no varejo mundial e ter uma média de crescimento acima de 12% ao ano.

Segundo os dados apurados, é previsto que o faturamento do setor chegue a quase 85 bilhões de reais em 2021 e conquiste 4,6% do mercado.

Com o e-commerce em expansão em todo o mundo, o varejo brasileiro também está de olho no comércio eletrônico e vem aderindo a inteligência de negócios para coletar dados em grandes quantidades, analisar as informações de forma ágil e garantir precisão nas tomadas de decisão.

Para os especialistas do mercado de varejo, aderir a ferramentas de dados já não é mais uma vantagem competitiva para o setor, e sim questão de sobrevivência, uma vez que análises úteis e confiáveis podem fazer a diferença no dia a dia da empresa e nos resultados dos negócios.

Analytics: no varejo físico ou digital

O que podemos concluir é que no varejo soluções como o Business Intelligence e o Business Analytics simplificam a gestão, que hoje vai além do gerenciamento de estoques e controle de quebras e perdas.

Ferramentas como essas ajudam a aumentar a produtividade por meio de análises e podem ser a chave do sucesso para a empresa e toda cadeia envolvida, tanto de lojas físicas como e-commerce.

Agora que você já sabe como usar os softwares de Business Intelligence e Business Analytics para alavancar os seus negócios, que tal começar a aplicá-los agora mesmo? Conheça nossas soluções inteligentes referentes a análise de dados e aproveite todos os benefícios dessas ferramentas para a sua empresa.


Escrito por Marketing

Outras Postagens

Crie soluções personalizadas e integradaspara todas as áreas da sua empresa

Quero Saber mais

Fique Atualizado Assine nossa Newsletter

Oportunidades Participe dos melhores projetos!

Se você está em busca de um ambiente descontraído, cheio de oportunidades de crescimento e em constante evolução, confira as oportunidades!

Saiba Mais

Cadastro por interesse

Nosso time está pronto para entender o seu negócio e auxiliá-lo a encontrar a melhor solução.

Deixe seu melhor e-mail abaixo que entraremos em contato.

Indique este post para alguém...

Inscreva-se em nossa newsletter.