Varejo

E-commerce: tecnologias que estão transformando o comércio online

4 de Junho de 2020

por Marketing

Tempo de leitura: 8 min

Voltar

Live shopping, vitrines autônomas, 3D, realidade aumentada e até veículos autônomos são tecnologias cada vez mais usadas em e-commerce 

Com as lojas fechadas ou funcionando com várias restrições, os varejistas aprenderam uma importante lição: todo negócio tem que estar apto a vender digitalmente. E não faltam tecnologias para permitir que se criem experiências alternativas de compra tão interessantes quando as presenciais.   

Ah, mas você vai dizer, isso é só durante a pandemia. Os consumidores ainda não veem tanto valor nas experiências de compra em e-commerce, mesmo que bem elaboradas. 

Responderemos essa objeção pedindo que você aplique o seguinte exemplo a si mesmo: se você tivesse que escolher entre uma destas opções de visualização de produtos, qual preferiria:  

  1. a da loja que oferece aos compradores a possibilidade de ver seus produtos em 3D e de testá-los onde você vai usar; ou  
  2. da loja que oferece apenas fotos 2D dos produtos. 

Sabemos que essa pergunta é retórica, então vamos a alguns outros dados.  

Primeiro, o de que o e-commerce vem crescendo constante e consistentemente no Brasil desde 2011. Dados da Ebit e Nielsen mostram crescimento de 16,3% em 2019, de 12% em 2018 e de 8% em 2017. A expectativa de ABComm é de 18% de crescimento em 2020. Isso mostra que os consumidores estão mais dispostos a comprar online. 

Depois, que a pandemia foi um catalizador inesperado para a adoção de tecnologias de comércio online, de acordo com a Nielsen. Em uma pesquisa realizada em parceria com a Ebit, de março a abril, o crescimento do consumo em serviços online foi de 96%. 

Por isso, ter uma estratégia adequada para o comércio online, a fim de aproveitar as oportunidades e entregar valor a clientes, deve estar entre as prioridades de varejistas.  

Sabendo que a tecnologia pode ser mais um aliado, neste post, veremos algumas tecnologias para comércio online. Muitas delas já são bem conhecidas, mas seu uso só foi alavancado pelo crescimento atual dos e-commerces. 

1. Live content e live shopping  

Provavelmente você notou, em suas redes sociais, um aumento expressivo nas lives. Traduzida em números, segundo a Business Insider, essa impressão significou um aumento de 70% no número de transmissões ao vivo, só no Instagram, em março. Reparou também que muitas delas são de empresas? 

As transmissões ao vivo, seja para a venda, seja para a demonstração de produtos, são outra tendência que vem se consolidando. Isso, porque a quantidade de conteúdo consumido globalmente, também de acordo com a Nielsen, aumentou em quase 60%. 

O que é tão interessante no live content e no live shopping é a possibilidade de conversar com o vendedor em tempo real, tanto para tirar suas dúvidas quanto para ver o produto de vários ângulos. Isso torna a ferramenta mais interessante do que os vídeos gravados, por exemplo. 

Já do ponto de vista do vendedor, é uma forma de conhecer sua audiência, de estreitar relacionamento com clientes e prospects, promover uma experiência nova e, claro, vender. 

2. Vitrine autônoma com IA 

Refinamento das vitrines personalizadas, as vitrines autônomas são pensadas, criadas e exibidas automaticamente por uma inteligência artificial que analisa a navegação do consumidor

A inteligência artificial também mensura e avalia a perfomance das vitrines, fazendo mudanças e testes A/B para melhorar a conversão, tudo automaticamente. 

Vendo quão promissor era o projeto e pensando em aumentar a assertividade de suas conversões, a Posthaus, dona de um grande marketplace no segmento de vestuários, não perdeu tempo: já em 2019 fez uma parceria em data science conosco para desenvolver um projeto de vitrine autônoma. 

3. Imagens em 3D 

Você compraria um produto sem vê-lo? As chances são pequenas, certo? Esse é o poder da imagem no e-commerce, o fator que mais influencia na intenção de compra. E no entanto, é difícil garantir que os compradores estão tendo a exata noção do que eles vão comprar em e-commerces. 

Agora esqueça as fotos 2D e vamos a outro nível de visualização de produtos em e-commerce. Imagine interagir com produtos da mesma forma que você faz em uma loja física, virando-o de todos os lados para observá-lo de vários ângulos. 

Então, com imagens 3D essas interações são bem similares. Segundo a Threekituma experiência melhor em visualização do produto leva, por si só, a 40% mais conversões.  

Não à toa a Audi conseguiu, com seu configurador de carros 3D, um aumento no engajamento dos usuários de 66%. 

4. Realidade aumentada 

Com as imagens em 3D, você está a um passo da realidade aumentada.  

Com ela, os consumidores podem, além de visualizar produtos de vários ângulos, inseri-los em ambientes ou até testá-los em si próprios

Empresas como a Threekit, por exemplo, usam a mesma tecnologia utilizada para produzir efeitos visuais de filmes, conseguindo criar imagens com uma fidelidade visual impressionante. 

Foto Threekit 

A realidade aumentada tem sido, neste momento, uma maneira de engajar os consumidores, que acabam se relacionando com os produtos de maneira ainda mais complexa do que presencialmente. 

Então, se o seu concorrente oferece a possibilidade de customizar e de ver como o produto fica com realidade aumentada, provavelmente eles vão vender mais do que você. 

5. Frete com veículos autônomos 

Corolário do crescimento da vendas online, o frete ou delivery estão em alta e em busca da automatização também. E uma tecnologia que pode revolucionar o setor de entregas em domicílio são os veículos autônomos. 

Faz algum tempo que grandes empresas estão desenvolvendo e testando veículos autônomos, como a Pony.ai, que iniciou experimentos com um carro elétrico autônomo para a entrega de mercadorias em trechos curtos. 

Já utilizada para a entrega de medicamentos nas áreas mais afetadas pela pandemia de covid-19, a pequena van autônoma da empresa chinesa Neolix faz até 100 km e vem sendo submetida a testes contínuos.

Além disso, pode-se mencionar os drone, que ainda que dirigidos remotamente, já dão o gostinho do frete autônomo.  

6. Assistentes virtuais de voz e chat 

Os assistentes virtuais e os chatbots já vinham aos poucos tomando o lugar dos call centers. Mas, com a pandemia, a chave virou vez, com o uso maciço de tecnologias baseadas em inteligência artificial conversacional.   

Para citarmos um exemplo, bancos como Santander aceleraram o desenvolvimento de sua assistente virtual, chamada Gente. Já no Itaú, o número de clientes que usam o serviço de inteligência artificial via WhatsApp cresceu 50% em março, e o número de mensagens trocadas subiu 74% em relação ao mês anterior.  

Uma pesquisa da Capgemini traz dados interessante a respeito dos assistentes virtuais:  

  • A aceitação e a satisfação dos consumidores com interações com assistentes vituais está crescendo: 72% afirmam confiar mais na companhia quando têm uma boa experiência com a IA conversacional.  
  • 74% das organizações consideram a tecnologia importante para o engajamento de clientes

Tecnologias no comércio online: tendência que veio para ficar 

O novo normal em vendas, como temos falado, é o omnichannel, o contactless, o self-service, o customer centric e a busca da retenção

Esses novos hábitos não vão simplesmente desaparecer quando tudo voltar ao normal. A tendência é de radicalização, no sentido de que as pessoas exijirão ainda mais experiências de compra melhores em e-commerces.  

Por isso, este é o momento de aderir à nova forma de as pessoas comprarem, para garantir que essas expectativas sejam atendidas. 

Quer ter insights para a sua empresa conosco? Entre em contato agora mesmo, sem compromisso! 


Escrito por Marketing

Outras Postagens

Crie soluções personalizadas e integradaspara todas as áreas da sua empresa

Quero Saber mais

Fique Atualizado Assine nossa Newsletter

Oportunidades Participe dos melhores projetos!

Se você está em busca de um ambiente descontraído, cheio de oportunidades de crescimento e em constante evolução, confira as oportunidades!

Saiba Mais

Cadastro por interesse

Nosso time está pronto para entender o seu negócio e auxiliá-lo a encontrar a melhor solução.

Deixe seu melhor e-mail abaixo que entraremos em contato.

Indique este post para alguém...