Tecnologia

Investimento em internet das coisas: como as empresas estão agindo?

9 de Fevereiro de 2021

por Marketing

Tempo de leitura: 10 min

Voltar

Organizações pretendem investir mais em internet das coisas, mas qual sua percepção, aplicações e planos sobre a tecnologia?

Quantas vezes você ouviu que a pandemia foi o catalisador para inúmeras tecnologias que antes eram promessas que se realizariam apenas daqui a 7 ou 8 anos? Com a internet das coisas – IoT não foi diferente. Os casos de uso da IoT em resposta a imposições da pandemia pulularam: de aplicativos que dizem quando levamos a mão ao rosto a sensores de temperatura sem contato. Afinal, se humanos não podem fazer contato, dispositivos estão liberados – e para nos manter conectados.

Segundo a pesquisa IoT Spotlight Report, da Vodafone Business, feita em maio de 2020, 84% das empresas entrevistadas afirmaram que a IoT assegurou a continuidade dos negócios durante a pandemia, mantendo-as conectadas a clientes, fornecedores e colaboradores.

A percepção de que a internet das coisas está mudando o modo como as empresas pensam e operam, escancarada durante a pandemia, fez com que muitas organizações repensassem sua abordagem e uso do IoT. E, evidentemente, não para diminuir o investimento nessa tecnologia, mas para aproveitá-la em todo o seu potencial de proporcionar a estabilidade e adaptabilidade de suas operações.

Neste post, veremos que direção os investimentos em IoT tomarão, buscando entender como o cenário de IoT se descortinará aqui no Brasil.

Para isso, veremos qual a percepção sobre a IoT, como estão os investimentos em IoT, o que pensa quem ainda está hesitante em relação a essa tecnologia e, por fim, como se planejar para uma adesão.

O mundo aderiu à IoT

Se até 2019, apesar da empolgação, certa hesitação sobre a internet da coisas ainda pairava no ar, nesse ano o número de empresas que adotam soluções de IoT saltou de 13% em 2014 para 25%, segundo a McKinsey.

Estudo da Microsoft confirma esse resultado: de acordo com os autores, as empresas estão amadurecendo seu uso, o que é confirmando pelo crescimento de 9% em projetos em fase de uso.

Esse crescimento consistente, segundo a consultoria, é fruto de vários fatores:

  • Sensores melhores e mais baratos: disponibilidade em escala e possibilidade de novas aplicações.
  • Capacidade de processamento: o aumento foi de cem vezes nos últimos 15 anos, permitindo análises em tempo real em nuvem ou edge computing e conectividade em 5G.
  • Amplitude de aplicações: a IoT leva soluções para áreas como indústria 4.0, varejo, logística, saúde, campo, cidades, escritório e casas.

Leia mais: IoT nos hospitais: aplicações, benefícios e estratégias

investimentos em internet das coisas

Investimentos em IoT no mundo: as empresas consideram uma prioridade

Apesar dos desafios impostos pela pandemia, os investimentos em IoT vão continuar a ser prioridade.

Segundo a pesquisa IoT Spotlight Report, apesar de 73% dos respondentes terem afirmado que vão adiar projetos em IoT devido às restrições, 81% dizem que a integração de dispositivos IoT tem prioridade maior do que antes da pandemia.

O IoT Signals também confirma isso: 90% dos líderes dizem que IoT é crítica para seu sucesso.

Os dados da Gartner vão no mesmo caminho, embora sejam mais conservadores: enquanto, para 35% das empresas entrevistadas, o investimento em projetos em IoT perdeu prioridade, para 47% a prioridade de investimento aumentou.

A KPMG também reitera esse entendimento. Em seu estudo Technology Industry Innovation Study, a consultoria nota que a IoT é ranqueada como a tecnologia com o maior potencial de orientar a transformação dos negócios e gerar valor no longo prazo.

Investimento em IoT no Brasil: crescimento consistente

O IoT Signals Report, da Microsoft, divulgado pela Forbes, mostra que uma em cada três organizações vai aumentar investimentos em IoT em decorrência da pandemia.

No entanto, a mesma pesquisa da KPMG mostra que o nível de adoção e investimento em IoT ainda permanece abaixo do que poderia estar.

No Brasil, segundo dados mais recentes do projeto Indústria 2027, do CNI, divulgados pela Folha de S.Paulo, apenas 1,6% das empresas consultadas informou ter sistemas integrados, fábricas conectadas e processos inteligentes.

Entre as grandes empresas, 73% adotam soluções da indústria 4.0 com algum nível de maturidade, entre as quais a a IoT é a principal. A adoção da IoT pode trazer um impacto positivo na economia de US$ 45 bilhões até 2025.

O Plano Nacional de Internet das Coisas

Como primeiro passo para a regulação da IoT nacionalmente, em junho de 2019 foi instituído o Plano Nacional de Internet das Coisas, com vistas a melhorar a qualidade e eficiência de serviços, incrementar a produtividade, dar competitividade às organizações no cenário nacional e buscar a integração do país no ecossistema de inovação internacional.

O plano prioriza quatro setores – saúde, cidades, indústria e campo –, no sentido de facilitar acesso a mecanismos de apoio à pesquisa e inovação, bem como a empreendedorismo.

Para tal, o projeto prevê plataformas de inovação em IoT, centro de competência para tecnologias de fundo e observatório nacional de transformação digital.

Onde as organizações estão investindo: aplicações da IoT

  • Segurança do trabalho
  • Colaboração remota
  • Aumentar nível de transparência
  • Otimização de fluxos e layout
  • Controle e monitoramento remoto das operações
  • Otimizar a manutenção de equipamentos
  • Gestão de estoques
  • Gestão do fluxo de materiais
  • Desenvolvimento de novos produtos

O que pensa quem ainda não adotou soluções em IoT

Apesar dos números positivos, o levantamento da Vodafone Business aponta que 33% das empresas que não adotam alguma solução IoT ainda não sabem como a tecnologia pode beneficiá-las.

O foco delas incide mais sobre o acompanhamento e avaliação, e não tanto sobre a capacidade de usar a tecnologia para prover decisores com informações que podem subsidiar melhorias nas operações. A IoT pode até parecer uma tecnologia de fundo, mas seu valor está nos insights operacionais, que ajudam a criar um negócio mais enxuto, integrado e eficiente. Integrá-la a tecnologias como analytics, IA e cloud e edge computing é fundamental para aproveitar todo esse potencial.

A KPMG cita que outro problema que as organizações enfrentam é não adotar de fato uma estratégia em IoT para transformar o negócio, tanto no que respeita à relação com fornecedores e clientes quanto internamente.

Essa falta de clareza, unida à falta de maturidade de uma tecnologia considerada nova, faz com que elas hesitem em relação à IoT. Sua atitude, de fato, é expectante, isto é, elas esperam para ver se a IoT se tornará uma parte essencial das operações das organizações, para então adotá-la.

Investir em IoT: sua prova de conceito

Investir em IoT pode ser mais fácil dizendo do que fazendo, como a maioria dos investimentos em tecnologia e transformação digital, afinal.

De fato, isso chama atenção para um ponto fundamental: uma tecnologia não pode ser focada de maneira isolada, isto é, desconectada do real valor de negócio que ela pode gerar – embora isso seja mais comum do que parece.

Para isso, uma estratégia em IoT preisará ser puxada por lideranças maduras, capazes de explorar esse valor para além da infraestrutura, mas para criar eficiência, cortar custos e reduzir perdas.

Para tal, tais líderes terão de ampliar a visão da parte para o todo, pensando em termos de ecossistema. O reconhecimento dessas possíveis ligações das quais a IoT e demais tecnologias serão pontos de conexão será o grande desafio inicial e, sem dúvida, grandes possibilidades serão ignoradas no começo.

Por isso, alcançar ROI positivo desde os primeiros projetos é fundamental para obter a confiança. Esse sucesso inicial terá impacto sobre o investimento em novos projetos.

Assim, iniciar com a parceria de uma empresa que atua em projetos de tecnologia há 17 anos será fundamental para trilhar esse caminho munido com a experiência de mercado e de indústrias. Fale com um de nossos consultores.


Escrito por Marketing

Outras Postagens

Crie soluções personalizadas e integradaspara todas as áreas da sua empresa

Quero Saber mais

Fique Atualizado Assine nossa Newsletter

Oportunidades Participe dos melhores projetos!

Se você está em busca de um ambiente descontraído, cheio de oportunidades de crescimento e em constante evolução, confira as oportunidades!

Saiba Mais

Cadastro por interesse

Nosso time está pronto para entender o seu negócio e auxiliá-lo a encontrar a melhor solução.

Deixe seu melhor e-mail abaixo que entraremos em contato.

Indique este post para alguém...

Inscreva-se em nossa newsletter.